Ação de fungos micorrízicos e biofertilizante em solo contaminado com diesel

Isabela de Camargo, Mariana Facchin de Oliveira, Cassiana Maria Reganhan-Coneglian, Ana Paula Justiniano Régo, Gabriela Mercuri Quiterio, Ederio Dino Bidoia

Resumo


A biorremediação é a tecnologia que faz uso de microrganismos como agentes recuperadores do solo ou outros meios contaminados. A comunidade microbiana do solo possui grande influência no destino de xenobióticos descartados no ambiente. As micorrizas, associação mutualística de fungos com raízes de plantas, possuem a capacidade de recuperar áreas degradadas. Uma dessas associações são os fungos micorrízicos arbusculares (FMAs), os quais absorvem água e nutrientes para as plantas, protegendo-as contra patógenos e auxiliando no crescimento da vegetação. Este estudo tem como objetivo inocular FMA`s em solo contaminado com diferentes concentrações de óleo diesel e, em determinadas amostras, adicionar biofertilizante, verificando a evolução das sementes de Zea mays (milho). Considerou-se o desenvolvimento das mudas através da análise do comprimento da raiz, caule, peso fresco e peso seco, quantificação da população de bactérias e fungos presente no solo. O óleo diesel provocou efeitos tóxicos às mudas, influenciando no comprimento e peso. A adição de biofertilizante contribuiu para o crescimento radicular e caule em relação ao inóculo de FMA’s, no desenvolvimento de Z.mays. Assim, a bioestimulação e a bioaumentação atuaram de forma eficaz na remediação de solo contaminado com diesel.

Palavras-chave


Fungos micorrízicos. Biofertilizante. Diesel. Solo.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/holos.v17i1.11726

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia