Conceito de precipitação provável aplicado ao dimensionamento de reservatórios para aproveitamento de águas pluviais

Kelly Milene Rodrigues Silva, André Vinícius Rodrigues Silva, Michael Silveira Thebaldi, Letícia Cintra Gonzaga Iwata, Lidiane Machado Silva

Resumo


Cada vez mais é evidente os problemas relacionados a crise hídrica, portanto há a necessidade de encontrar soluções para uso de água com menor qualidade para fins não potáveis, sendo o aproveitamento de águas pluviais relevante. Diante disso, o presente trabalho foi desenvolvido com o intuito de analisar de maneira técnica a aplicação da Precipitação Provável na obtenção do volume de reservatórios para armazenamento de águas pluviais em residências do município de Formiga - MG. Para tal, as precipitações prováveis mensais e anual, foram ajustadas seguindo a distribuição Gama, sendo então simulado o volume de reservatórios para armazenamento de águas pluviais, a partir de diferentes precipitações prováveis mensais e anuais e métodos de cálculo, apresentados pela NBR 15527, além da consideração de demandas por recurso hídrico não potável. Observou-se que o mês de julho é o que apresenta menor precipitação no município, não importando a probabilidade considerada para essa, enquanto que as maiores precipitações prováveis são obtidas em dezembro e janeiro. Em escala anual, a maior precipitação provável é de 1564,54 mm enquanto a menor, 935,19 mm. Segundo os resultados obtidos, a aplicação do conceito de precipitações prováveis é mais efetiva ao se usar os métodos de Rippl e Prático Australiano, por estes apresentarem maiores diferenças absolutas entre volumes de reservatório obtidos a partir das diferentes precipitações. Todavia os dois possuem comportamentos antagônicos quanto à consideração de maiores ou menores lâminas precipitadas


Palavras-chave


Desenvolvimento sustentável. Hidrologia estatística. Hidrologia urbana. Gerenciamento de recursos hídricos. Instalações hidráulicas.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/holos.v18i2.12289

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia