Estimativas de condutividade hidráulica a partir de perfilagens geofísicas no Sistema Aquífero Guarani

Bruno Zanon Engelbrecht, Elias Hideo Teramoto, Roger Dias Gonçalves, Hung Kiang Chang

Resumo


A condutividade hidráulica (K) é um parâmetro essencial para fins distintos no estudo de águas subterrâneas, tais como para avaliação da produtividade e vulnerabilidade de aquíferos, gerenciamento de recursos hídricos subterrâneos, estimativas da velocidade de migração de plumas de contaminação e simulações numéricas de fluxo e transporte. Embora existam diferentes técnicas para obtenção dos valores de condutividade hidráulica, apenas um número reduzido possibilita determinar, com elevada resolução, suas variações em porções profundas em sub-superfície. Na tentativa de solucionar esta deficiência, o presente trabalho desenvolveu e testou uma nova abordagem, na qual os valores de porosidade, estimados a partir de perfis sônico e de raios gama, foram utilizados para calcular os valores de K com elevada resolução espacial, empregando o modelo de Kozeny-Carman. Esses testes foram conduzidos em um poço profundo (1242 m) que explora água do Sistema Aquífero Guarani. Os valores médios de K obtidos são próximos dos obtidos por testes de bombeamento. Verificou-se também que a Formação Pirambóia apresenta fortes variações de K, enquanto a Formação Botucatu é relativamente homogênea, o que está em concordância com o contexto deposicional dessas duas unidades. Por fim, foi possível confimar que os valores de K obtidos a partir dos testes de bombeamento representam a média geométrica dos valores de K ao longo da seção filtrante dos poços testados.


Palavras-chave


Condutividade hidráulica. Perfilagem geofísica. Sistema Aquífero Guarani. Teste de bombeamento. Kozeny-Carman.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/holos.v20i1.12369

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia