Viabilidade econômica da compostagem do lodo de esgoto para uso agrícola

Roseli Visentin, Caroline Mateus, Maura Esperancini, Roberto Villas Boas

Resumo


O objetivo deste trabalho foi avaliar a viabilidade econômica da compostagem do lodo de esgoto misturado a duas fontes de carbono: bagaço de cana-de-açúcar ou casca de eucalipto para produção de fertilizante orgânico em escala comercial na Estação de Tratamento de Esgoto (ETE) no município de Botucatu – São Paulo. A análise econômica foi realizada com acompanhamento do processo de compostagem, coleta de dados e elaboração de fluxos de caixa dos quais se extraíram os indicadores: Valor Presente Líquido (VPL), Taxa Interna de Retorno (TIR), Payback descontado (PBD) e Relação Benefício Custo (B/C), os quais permitiram concluir que a alternativa econômica mais viável foi a que utilizou bagaço de cana-de-açúcar, tendo como receita a comercialização do fertilizante orgânico e como benefício, a economia de custos com transporte e disposição do lodo de esgoto em aterro sanitário.

Palavras-chave


Adubação orgânica. Lodo de esgoto. Tratamento de efluentes.

Texto completo:

PDF


DOI: http://dx.doi.org/10.14295/holos.v20i2.12372

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia