Indicadores de macrofauna em áreas de esgoto doméstico na paisagem de uma floresta tropical seca no brasil

Iluliane Maria Gadelha de Lima, Débora Coelho Moura, Ailson de Lima Marques, Brenda Henrique de Souza, Regiane Farias Batista, Cássio Ricardo Gonçalves da Costa

Resumo


Esta pesquisa buscou obter e analisar indicadores sazonais da macrofauna em áreas de esgoto doméstico da Caatinga. O experimento foi conduzido na Universidade Federal de Campina Grande, localizada na cidade de Campina Grande - Brasil. Foram analisados 3.493 indivíduos sazonalmente indicadores da macrofauna em áreas de esgoto doméstico da Caatinga capturados nas 20 armadilhas instaladas nos três pontos de amostragem e em ambos os períodos (seco e úmido). A taxonomia como bioindicador indica que há uma intensa contribuição de matéria orgânica proveniente dos efluentes. A diversidade é exuberante, mas com a bioturbação do solo comprometida, a taxa de formação do solo fica comprometida e os processos pedogênicos naturais interrompidos ou alterados. Os solos estão sendo alterados pelo efluente doméstico que fornece uma matéria orgânica não lábil à fauna do solo, e esse processo se intensifica no período das chuvas.


Palavras-chave


Caatinga. Floresta seca. Meio Ambiente. Solo. Taxonomia.

Texto completo:

PDF (English)


DOI: https://doi.org/10.14295/holos.v21i2.12429

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia