Influência do conhecimento popular de plantas medicinais e a prática de atividade física na melhora da qualidade de vida

Lara Cavalari Santello, Maria Aparecida Marin Morales, Mariana Freschi Bombini

Resumo


O conhecimento popular de plantas medicinais e a prática da atividade física (AF) são estratégias utilizadas desde as primeiras civilizações, para uma melhor qualidade de vida. Contudo, o processo de industrialização desarticulou a transferência deste conhecimento e contribuiu para o aumento de doenças crônicas não transmissíveis (DCNT). Avaliamos o conhecimento sobre plantas medicinais e o nível de AF associados a hábitos alimentares. Foram desenvolvidos dois questionários, disponibilizados gratuitamente na plataforma Google e impressos, aplicados a 175 participantes, com média de idade de 30,74±12,7 (intervalo entre 17 e 77 anos). O primeiro questionário investigou o conhecimento sobre plantas medicinais e alguns hábitos alimentares. O segundo foi o Questionário Internacional de AF (IPAQ), que avaliou a intensidade de AF semanal como leve, moderada ou vigorosa. Foi observado que indivíduos mais velhos possuíam um maior conhecimento sobre as plantas medicinais (p=0,017; R=0,181). O conhecimento sobre essas plantas também estava relacionado a uma preferência por consumo de produtos naturais (p=0,08), não ingestão de refrigerante (p=0,008) e a uma atividade física de rotina (p=0,016). O nível de AF teve relação positiva com o conhecimento das propriedades das plantas medicinais, sendo a AF moderada a mais relacionada com esse conhecimento (p=0,023; R=0,792). Nossos resultados apontam uma descontinuidade na transferência desses saberes, e a necessidade de resgate de hábitos saudáveis, como a AF moderada, a ingestão de alimentos não processados e o uso de plantas medicinais para a obtenção de uma melhor qualidade de vida. Esses hábitos saudáveis podem contribuir para benefícios imediatos e de longo prazo à saúde, provavelmente por promoverem uma redução nos riscos relacionados ao aparecimento de doenças.

Palavras-chave


Alimentação saudável. Hábitos saudáveis. Produtos naturais. Redução do risco de doenças. Resgate da cultura nativa.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/holos.v21i2.12434

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia