Uso de resíduos e subprodutos na estabilização sustentável de um solo dispersivo e sulfatado

Gustavo Dias Miguel, Lucas Festugato

Resumo


Solos dispersivos e sulfatados emergem como uma grande preocupação ao desenvolvimento da infraestrutura. Dado suas características, tipos de solos como estes possuem uma alta suscetibilidade ao desenvolvimento de processos erosivos, além da possibilidade do desenvolvimento de minerais expansivos quando tratados à base de cálcio. Neste sentido, surge a demanda por alternativas a estabilizantes como o cimento Portland e a cal calcítica. Com isto, o presente trabalho propõe um novo estabilizante à base de vidro moído (um subproduto da produção de fibras de vidro) e cal de carbureto (um resíduo proveniente da produção de gás acetileno). Sua eficiência foi averiguada através da resistência à compressão dos compósitos propostos. Para isto, corpos-de-prova foram moldados com distintas dosagens tendo-se como fatores controláveis o teor de vidro moído, o teor de cal de carbureto, o teor de umidade de moldagem e o peso específico aparente seco das amostras. Ambos, subproduto e resíduo, se mostraram eficazes ao tratamento de solos dispersivos e sulfatados, levando a resistências à compressão da ordem de 4 MPa. Da análise estatística, nesta ordem de importância, os fatores peso específico aparente seco, teor de vidro moído e teor de cal de carbureto, se mostram significantes para um nível de significância de 5%. Enquanto que o teor de umidade de moldagem se mostrou não-significativo. Por fim, por meio de uma regressão não-linear, é proposta uma otimização de valores para que se possa atingir a máxima resistência desejada.

Palavras-chave


Solos dispersivos e sulfatados. Tratamento de solos problemáticos. Tratamento sustentável. Resí-duos. Projeto de experimentos. Otimização de processo.

Texto completo:

PDF


DOI: https://doi.org/10.14295/holos.v21i1.12411

Creative Commons License
HOLOS ENVIRONMENT, Rio Claro, SP, Brasil - - - eISSN (eletrônico): 1519-8634 - - - está licenciada sob Licença Creative Commons

> > > > >
 




Filiado ao Portal de Periódicos CAPES



Filiada à Associação Brasileira de Editores Científicos a partir de 2010

 

Desenvolvido por:

Logomarca da Lepidus Tecnologia